O Milagre

No post de hoje falarei sobre o livro de Nicholas Sparks o milagre

Sinopse: Jeremy é um jornalista que se dedica a desvendar mistérios sobrenaturais, totalmente cético, ele recebe uma carta de uma senhora, de Boone Creek, que relata sobre a ocorrência de luzes fantasmagólicas  no cemitério local. Amante de uma boa história Jeremy deixa Nova York desposto a passar uma semana na pacata cidade localizada na Carolina do Norte, mas tem sua vida transformada ao conhecer Lexie, a bela bibliotecária local, amante de suas raízes e que não está nem um pouco aberta as novas conquistas, o que ela não imagina é que esse Novaiorquino sedutor também possui dores e frustrações de um casamento mal sucedido.

Juntos, Lexie e Jeremy teram a difícil decisão, ou seguem cada seu caminho ou superam seus medos para ficarem juntos.

Opinião: Pra quem já leu vários livros do Nicholas esse com certeza foge completamente do padrão de romantismo do autor, pois ainda que tenha romance nesta história ele não é o tema central sendo substituído pelo sobrenatural, em resumo é bom livro, com uma boa história e que até foi bem pontuado por mim no libib, mas não é uma história que me tocou como leitora.

Os pontos fracos pra mim foram, as alguns pontos da personalidade da protagonista, que em alguns momentos chega a ser irritante e o fato da edição nacional trazer uma loira na capa sendo que a Lexie não é loira, sei que parece bobagem, mas no todo faz diferença e eu considero um erro bastante grosseiro da editora.

Anúncios

Vítimas do Silêncio

O livro de hoje vítimas do silêncio da Janethe Fontes

Sinopse: Margarida é vítima de violência sexual e tentanta deixar seu passado para trás recomeçando a vida no sudeste do país, mas quando ela está prestes a reconstruir sua vida, ao lado de seu verdadeiro amor, descobri que o passado e está mais vivo do que nunca. O criminoso está mais perto do que ela imagina e ela precisa evitar que o pior aconteça.

Opinião: Este livro é ótimo em seu todo, a história é bem desenvolvida, consegue prender o leitor, a autora a meu ver autora tratou de modo excelente assunto muito presente na sociedade mundial de hoje, a violência contra mulher, escreveu com delicadeza pertinente a tentativa de recomeçar da protagonista e volta de seus fastamas no decorrer do enredo e além disso soube colocar o estupro de modo que não ofensivo e nem gerasse esse mal-estar pra quem está lendo.
Chamo atenção também para a capa que é absolutamente perturbadora e faz o leitor refletir desde o primeiro momento.
As únicas duas ressalvas que faço é com relação a narrativa acelerada Por que as coisas acontecem muito rapidamente no livro e também o fato do mocinho indefeso se encantar com mocinha pobre, ainda que Will seja um “príncipe” amargurado por uma tragédia não precisava desse clichê de contos de fadas já que a relação deles é muito bem construída.

 

Fernanda Nunes.

Lista de livros Lidos

Não é segredo pra ninguém que amo escrever prosas poéticas e apesar de raramente gostar de algo que criei, por algum motivo que sinceramente ainda não sei, mais da metade das pessoas que lêem amam esses textos que em quase em sua totalidade surgem do nada. Mas além disso também adoro ler, leio muito e isso já parte da minha vida diária especialmente durante a semana, é tão sagrado pra mim que já estou lendo meu 17 º livro este ano.

Abaixo vou colocar à vista dos livros que li até agora:

  1. Amor amargo
  2. O casamento
  3. A arte da guerra
  4. A química
  5. Diário de uma escrava (*)
  6. O pequeno príncipe
  7. À primeira vista
  8. Vítimas do silêncio
  9. Diário de uma paixão (*)
  10. Dois irmãos
  11. O milagre
  12. As mentiras que os homens contam
  13. A hora da estrela (*)
  14. Uma curva na estada
  15. O santo e a porca
  16. A escolha

Como podem ver a lista é bastante eclética e o asteristico significa que por algum motivo não gostei do livro.

O que acharam? Deixem sua opinião e também se quiser sugestão de leitura

Fernanda Nunes.

Diário de uma escrava

O livro que vou falar hoje é Diário de uma Escrava da Rô Mierling.

Sinopse: O livro conta a história de Laura que relata em seu diário os momentos de sua vida, antes, durante e depois de ser sequestrada por homem pra ser sua escrava sexual, onde mostra as situações horrendas e transformações que a sua mente sofre com os anos de cativeiro.

Opinião: Na minha opinião o livro é muito ruim, a história não é bem amarrada, passagens que levam a gente do nada a lugar nenhum, coisas surreis realizadas pelo sequestrador no meio do história, personagens inúteis que não acrescentam absolutamente nada a história, uma síndrome de Estocolmo mal construída, um final sem sentido, não pelo final em si, mas porque a história não caminha pra isso e sem esquecer do fato que por se tratar de um diário deveria ser todo narrado em  1ª pessoa o que não acontece, isso é só algumas coisas péssimas nesse livro porque se citar mais vou dar spoiler e esse não é meu objetivo.

Pontos fortes: A escrita fluida e o excelente trabalho da editora Darkside, abaixo vou por a imagem do livro formando uma borboleta e sua lombada colorida.

Pra finalizar, apesar do tema ser necessário e precisar ser discutido sim para mim, a história não representa as mulheres que passaram e as que ainda estão passando por isso e apesar das cenas de abuso serem bem escritas qualquer pessoa que passou por isso não vai ficar detalhando esses momentos horríveis por se tratar de lembranças dolorosas.

Fernanda Nunes.

Amor Amargo

7mp5wvo

 

Sinopse: Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo, e tudo corre conforme o planejado. Até Cole aparecer. Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade.

Opinião: Ao ler esse livro você se surpreende a cada momento através dos personagens que direta ou indiretamente estão envolvidos neste relacionamento abusivo, Alex perde sua identidade ao desenrolar do relacionamento e apesar de compreender como funciona a manipulação “perfeita” de seu agressor, Cole, (lembrando que isso vale pra qualquer agressor, pois esse personagem é a representação deles) eu em diversos momentos senti vontade de estapiar a personagem, não por perdoá-lo já que, esses homens conseguem atuar perfeitamente no papel de homem arrependido e apaixonado, mas sim por achar que merecia isso por diversos motivos que você só descobrirá lendo.

Mas uma vez a autora me fez repensar uma série de questões essenciais da convivência humana, como em A lista negra (já resenhado AQUI).

Ponto fraco: diagramação muito ruim, pouco espaçamento entre linhas e parágrafos.

ALERTA: às vezes pensamos que isso não acontecerá com a gente ou com alguém próximo a nós, mas muito pelo contrário, pois um agressor não tem característica física definida então, se você está sendo vítima de um relacionamento abusivo peça ajuda ou se você conhece alguém que está passando por isso não se omita denuncie.

Caso não queira se identificar existe o número 180 que é gratuito pra você fazer denúncias anônimas de agressões contra mulher.
Fernanda Nunes.

Mais Pesado Que O Céu – Biografia de Kurt Cobain

screenshot_2016-04-27-14-07-18-1

Sinopse: Heavier Than Heaven (Mais Pesado Que O Céu) do autor Charles R. Cross, apresenta a vida singular de Kurt Cobain, o mítico líder do Nirvana, banda que revolucionou o estagnado mundo da música pop no início da década de 1990, com o lançamento do clássico álbum Nevermind. Em capítulos que evoluem em ordem cronológica, Charles Cross traça a vida de Cobain desde sua infância, quando ele morava no interior de um trailer numa cidade perdida do estado de Washington, até a conquista da fama, do sucesso e da adoração de toda uma legião de fãs. Heavier Than Heaven revela os dramas familiares que instigaram a criatividade musical de Cobain, a história da geração que moldou seu caráter e sensibilidade, detalhes do vício pela heroína, os planos suicidas e seu estranho e conturbado caso de amor com Courtney Love. Analisando relatos médicos e policiais, e cartas do próprio músico, Charles Cross também revela fatos novos sobre a saúde de Cobain, sua depressão e seus últimos dias.

Opinião: O livro é muito interessante, fascinante e até mesmo um pouco perturbador, o livro segue a ordem cronológica da vida de Kurt, começando com sua infância e focando, principalmente, em como o divórcio dos pais afetou sua vida e quebrou toda a segurança e admiração que ele tinha pela instituição família. Depois da separação, ele sentia-se um peso para ambos, sem um lar onde pudesse se sentir seguro e bem-vindo.

Durante a adolescência, Kurt chegou a dormir na rua e invadir prédios abandonados para ter um teto onde passar a noite. Desde sempre, notava-se a perturbação que assolava a mente do artista, que tinha mania de desenhar objetos e pessoas deformadas e escrever frases pesadas e sem sentido, sempre perturbadoras.

E depois vem a fase adulta que é marcado pelo sucesso, seu relacionamento conturbado com a mãe da sua filha e seu envolvimento com as drogas, tudo isso agregado a uma dor insuportável de estômago, cuja razão nenhum médico sabia o porquê.

Quando eu terminei o livro sobre kurt cobain fiquei um pouco chocada como as pessoas não enxergavam o sofrimento dele. O cara era depressivo desde os 9 anos. Ele estava dando todos os sinais de que iria acabar com a própria vida.

Tem uma frase do Kurt que mostra o sofrimento e a dor interna que ele sentia: Se meus olhos mostrassem a minha alma, todos, ao me verem sorrir, chorariam comigo.

Mesmo tendo uma vida difícil o Kurt Cobain se tornou meu ídolo, amo suas músicas e a sua biografia é um dos meus livros favoritos e recomendo para todos os fãs da banda porque vale a pena conhecer e entender o porquê o Kurt se matou tão cedo e no auge do sucesso.

Amanda Farias

A Lista Negra

Baixar-Livro-A-Lista-Negra-Jennifer-Brown-em-PDF-ePub-e-Mobi

O livro de hoje é A Lista Negra (Hate List), primeiro romance, de Jennifer Brown.

Sinopse: O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos.

Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.
Por Clóvis Marcelo.Todos os direitos reservados.

Opinião: Um livro absolutamente fantástico, um dos melhores que li nos últimos tempos.
A autora trata de um tema tão e atual como Bullying de uma forma que nos faz refletir sobre algumas atitudes que estamos tomando perante ao outro e até a nós mesmos.
A personagem Val mostra seus medos e como conseguiu superá-los para reconstruir as suas relações na escola, onde nunca foi muito popular, seus laços familiares pois, seus pais estão com problemas conjugais e os mesmos também a culpam pelo tiroteio, e principalmente recuperar a confiança em si mesma já que, não percebeu as reais intenções do seu namorado Nick com relação a quem estava na lista e também por ela própria ter criado a lista negra.
Essa obra sai da monotonia das histórias lineares o que prende o leitor ainda mais a cada capítulo, boa divisão ao decorrer da história através de quatro momentos distintos vividos pela protagonista, capítulos curtos o que não cansa leitor e uma escrita de fácil compreensão o que facilita o andamento da leitura durante o desenrolar da história.
Também destaco o trabalho do tradutor deste livro, que conseguiu manter a principal essência da cultura americana sem deixar trazer para sua tradução características da linguagem jovem do nosso idioma.
Quero agradecer a minha amiga Vanessa Costa pela indicação e dizer a todos que realmente considero esse livro leitura obrigatória.
Fernanda Nunes.

Um Homem de Sorte

Eu vou falar um pouco do livro Um Homem de Sorte!

Um-Homem-de-Sorte

Sinopse: Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografia dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela. Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fim de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.

Opinião: Esse livro de Nicholas Sparks, em geral, é um bom livro com uma história bastante intrigante e até certo ponto misteriosa que envolve a vida dos protagonistas Beth e Logan, mais conhecido como Thibault durante a história, que são unidos pela força do destino que se manifesta através de uma simples fotografia.

Para mim, os pontos negativos desse enredo foi os enlaces do começo história que são, um tanto, confusos que demoram a se esclarecer, o que fez com eu demorasse a me prender e quem conhece sabe se história não me pega de primeira, eu a arrasto demais, e quando a história finamente se esclarece, fica muito acelerada até o fim.

Para finalizar recomendo a leitura para todos aqueles gostam de romances com histórias densas.

Fernanda Nunes.

A Verdadeira história de Frozen

Para quem assistiu Frozen, a animação musical da Disney, não imagina que o roteiro lançado no cinema está bem longe do  real.

O  filme é baseado no conto A Rainha da Neve do escritor dinamarquês  Hans Christian Andersen, publicado em 21 de dezembro de 1844, o qual vou pôr o resumo abaixo:

Um maldoso anão tinha fabricado um espelho mágico, que transformava em más pessoas, todos os que nele se mirassem. Mas o espelho quebrou-se e seus pedaços foram se espalhando pelo mundo. Dois deles foram para uma sacada onde brincavam duas crianças, Gerda e Pedro, e penetraram nos olhos e no coração do menino que, desde aquele momento, se transformou, de bom, no pior garoto da cidade.
Quando o inverno chegou, ia Pedro, um dia, pelas ruas cobertas de neve, montado em seu pequeno trenó, quando viu um grande trenó branco, que corria velozmente. Enganchou o seu naquele e, desse modo, fez-se arrastar na vertiginosa carreira. Mas viu, logo depois, com terror, que o misterioso veículo saía das muralhas da cidade e precipitava-se pelos campos. Por fim, o trenó se deteve e dele desceu a Rainha das Neves, completamente vestida de branco, que se inclinou para o menino, beijando-o. Ao sentir aquele beijo, Pedro adormeceu. A fada tomou-o nos braços e levou-o ao seu longínquo país.
Os dias passavam e Gerda em vão esperava Pedro, que não regressava. Afinal, resolveu ir procurá-lo pelo mundo. Dirigiu-se para o rio, subiu numa barquinha e deixou-se levar pela correnteza. A embarcação, depois de muito navegar, foi deter-se num jardim cheio de flores, onde havia uma velha, que acolheu carinhosamente a menina Gerda e conduziu-a a uma pequena casa feita de vidros coloridos. Ali penteou-a com um pente mágico e a menina de tudo se esqueceu e ficou, naquele jardim encantado, vivendo muito feliz. Um dia, entretanto, viu umas rosas, que lhe recordaram o roseiral por ela plantado, com o auxílio de Pedro, na sua pequena sacada, em casa, e voltou-lhe à mente a lembrança do irmão desaparecido. Resolvida a encontrá-lo, fugiu para o bosque e caminhou muito, sem sentir-se fatigada, até que encontrou uma menina, que morava numa casa meio em ruínas. A desconhecida, ao ouvir a história de Gerda, quis ajudá-la e levou-a para sua casa, onde perguntou aos pombos, pousados no telhado, se sabiam alguma coisa a respeito de Pedro. “Sim!” responderam eles. A Rainha das Neves o levou com ela.
A menina do bosque deu-lhe, então, um magnífico cervo que possuía havia tempo, dizendo ao animal: “Devolvo-te a liberdade, mas, em troca, leva esta minha amiga ao palácio da Rainha das Neves, que se acha em teu país.” Em seguida, ajudou a pobre Gerda a montar no lombo do animal, que partiu em disparada. Atravessaram campos, bosques, pântanos e, por fim, chegaram à Finlândia, onde estava situado o castelo da fada e o cervo fez a menina descer no jardim.
Ao ficar sozinha, Gerda viu caírem a seu redor grandes flocos de neve, que se juntaram, procurando afogá-la. Mas a menina orou com fervor e, imediatamente, tudo se acalmou. Então, a menina entrou no castelo, onde encontrou Pedro, que estava só e não a reconheceu. Gerda abraçou-o, chorando e suas lágrimas, ao penetrarem no coração do menino, fizeram sair o fragmento do espelho, que nele se havia encravado. Pedro também chorou e, desse modo, o outro fragmento que havia penetrado em seus olhos, também saiu. O menino, só então, reconheceu sua pequena amiga e com ela fugiu daquela prisão gelada. O cervo esperava-os lá fora para levá-los de volta ao seu país.

FONTE

OBS: a alguns sites trazem o nome do garoto como Kai

Como se vê há diferenças entre a história da Disney e essa que são capitais, aqui está o  trailer de Frozen, uma aventura congelante animação de maior sucesso de todos os tempos.

Fernanda Nunes.